Arma usada para matar Billy the Kid é vendida por R$ 31 milhões

Avaliado em 3 milhões de dólares, o revólver Colt Single Action Army em calibre .44 Magnum pertenceu ao xerife Pat Garrett e foi usada para matar Billy the Kid em 14 de julho de 1881 no Novo México.

Segundo a casa de leilões Bonhams, o pedaço da história dos Estados Unidos foi vendido por 6,03 milhões de dólares, cerca de R$ 31 milhões.

Desta forma, a peça “é o vestígio de uma das histórias mais míticas do Velho Oeste”, e segundo a casa de leilões, está em muito bom estado.

arma que matou Billy the Kid

Billy the Kid

Registrado como Henry McCarty, Billy the Kid nasceu em 3 de novembro de 1859 e ficou conhecido como um pistoleiro e ladrão de gado e cavalos nos Estados Unidos.

Antes de se tornar um conhecido fora-da-lei, participou na Guerra do Condado de Lincoln, no Novo México.

Outro grande nome do Velho Oeste, Pat Garrett, o xerife que encontrou e matou Billy The Kid, também foi representado em várias ocasiões no cinema.

Conta-se que enquanto estava escondido no rancho de um amigo, foi surpreendido por Pat Garrett em um dos cômodos do local, o xerife disparou duas vezes e um dos tiros acertou o peito de Billy, que morreu pouco depois, aos 21 anos.

Essa é uma das mais icônicas e conhecidas histórias do velho oeste americano.

Pat Garrett

Billy the Kid

Acima, a carta de autenticidade e uma foto que comprovam a origem da arma. Notem a preocupação da época com o registro dos fatos para a cultura e história nacional.

Antes do leilão, o recorde de preço de venda de uma arma de fogo foi de 1,98 milhão de dólares por um par de pistolas do século XVIII, oferecidas pelo marquês de Lafayette a George Washington durante a Revolução Americana.

O Portal Armas de Fogo fará uma pesquisa e em breve trará aos amigos e leitores os detalhes deste par de pistolas.

Fonte: Bonhams